Exposições e Eventos

Link Interno Guerra em tempo de Paz
Novembro | Dezembro 2010

Guerra em tempo de Paz

Aristóteles defendia que «o objetivo da Guerra é a Paz» e segundo Tito Lívio, «Basta que ameaceis com a Guerra: tereis a Paz». Tendência intrinsecamente biológica, a guerra e a arte de guerrear têm acompanhado a história da Humanidade. Os seus métodos e técnicas, os seus instrumentos de morte, paulatinamente aperfeiçoados, visam, em última instância, garantir o frágil equilíbrio das potências, legitimar a autoridade compulsiva dos Estados, camuflar a subtileza do determinismo que condiciona os comportamentos coletivos e individuais. Como dizia José Saramago: «A arte de persuadir e convencer tem na mobilização bélica uma das suas mais acabadas expressões». A Paz é, por outro lado, o anseio mais recôndito do animal social. Se a Guerra é instinto, a Paz é razão.

 

 

 

Numa altura em que se aproximava a quadra natalícia, ícone máximo da harmonia e da concórdia (das Nações entre si e delas com o Divino), o Museu Municipal convidou os seus visitantes à abordagem destas temáticas. Uma abordagem que se quis assente, não em forças de transcendência, em datas artificiais ou efemérides falaciosas, mas apenas na vontade férrea de vencermos a batalha da civilização humana. Citando Saramago: «a Humanidade não é uma abstração retórica, é carne sofredora e espírito ansioso, e é também uma esperança inesgotável.»

Ver folheto da exposição


Voltar
 











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

02.07 a 30.09
Exposição Bianual da Coleção de Arte Contemporânea 'Manuela de Azevedo'

Nenhum registo encontrado.