Exposições e Eventos

Link Interno Ano Novo Tempo Velho
Janeiro | Fevereiro 2011

Ano Novo Tempo Velho

Há tempo para amar e tempo para morrer. Tempo para viver e tempo para desperdiçar. O tema do erotismo é transversal às sociedades de todos os tempos. Ele permite equacionar a duração da sensibilidade amorosa desde a emoção afetiva à duração do ato sexual. Assim a interferência da noção de tempo mensurável estende-se ao psicológico. A história da relojoaria é disso um exemplo, quer na fabricação de relógios de oferta amorosa, quer máquinas com mecanismos eróticos, destinadas a circuitos fechados de libertinos ou sociedades galantes.

 

 


Voltar
 











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

01.10 | 31.12 de 2018
Exposição Bianual da Coleção de Arte Contemporânea 'Manuela de Azevedo'

Nenhum registo encontrado.