Exposições e Eventos

Link Interno 'Animália' - O Zoo-Universo entre o real e o fantástico
Setembro | Outubro 2011



Desde os tempos pré-históricos o animal está omnipresente nos diversos planos da vida do Homem. Poder-se-iam, sem esforço, encontrar exemplos na religião (ritos), na cultura (provérbios, canções e fábulas), na literatura (não esquecendo o seu papel no próprio processo de fabrico dos livros- ligantes, pigmentos e pincéis), na arte e na arquitetura onde o animal foi tema travestido ou metáfora predileta. Nos bestiários medievais as suas representações inspiravam-se no real, no familiar, mas também no exótico, no mitológico (dragão, unicórnio, fénix) e no fantástico (híbridos e criaturas compósitas). Não raro as suas características eram postas em paralelo, de forma alegórica, com as dos humanos, ou eram associadas a um simbolismo crístico, encerrando, neste último caso, ensinamentos morais e religiosos elementares a uma sociedade profundamente iletrada. Fabulistas bem conhecidos da Antiguidade como Fedro e Esopo, ou outros mais recentes como La Fontaine, Krylov, Jules Renard e mesmo Kafka recorreram ao animal como metáfora e como símbolo, dando razão a Mahatma Gandhi, para quem «uma civilização pode ser julgada pela forma como trata [e retrata] os seus animais».

Ver folheto da exposição

 

 


Voltar
 











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

Nenhum registo encontrado.
Nenhum registo encontrado.