Exposições e Eventos

Link Interno Alimentação no Antigo Regime
27 de Fevereiro a 2 de Junho de 2012

Alimentação no Antigo Regime

A exposição itinerante dedicada à «Alimentação no Antigo Regime», integrada no projeto «Fatias de História», percorreu nove escolas do concelho (jardins de infância, escolas do 1.º ciclo e escolas do 2.º e 3.º ciclos) e culminou a sua apresentação na 49.ª Feira Nacional da Agricultura/ 59.ª Feira do Ribatejo.

Pese embora o título atribuído a esta exposição, não pretendemos balizar a nossa abordagem à época compreendida entre os séculos XV e XVIII, mas enquadrar a história dos vários alimentos que integram a chamada Dieta Mediterrânica. Interessou-nos aprofundar as origens dos hábitos que vão marcar a alimentação das populações até finais do século XIX inícios do século XX, quando o aparecimento dos alimentos processados vem alterar por completo os hábitos alimentares a nível global.

O homem nem sempre foi produtor e a sua alimentação estava dependente do que a natureza lhe proporcionava. O nomadismo era condição obrigatória quando os recursos naturais se esgotavam. A conjugação de vários fatores a nível climático permitiu que, há cerca de 10.000 anos, na zona do crescente fértil, o Homem se sedentarizasse e passasse a produzir o seu próprio alimento. É nesta altura que os cereais passam a constituir a base da alimentação, realidade que ainda hoje é atual.

Os alimentos que estamos habituados a ver na nossa mesa e que consideramos plenamente integrados na gastronomia local não são endógenos e podemos descobrir a sua introdução no território através da história. Alimentos como a uva e a azeitona foram introduzidos na Península Ibérica há cerca de três mil anos. Já a batata e o tomate, diariamente presentes na nossa alimentação, apenas foram conhecidos a partir do século XVI, mas só viram as suas qualidades alimentares reconhecidas no século XIX.

          

O espólio que integrou a exposição ilustrou os utensílios utilizados em todas as casas, em épocas que foram desde a ocupação romana até ao século XVII. Não nos circunscrevemos a uma época, mais uma vez, mas quisemos dar uma perspetiva mais geral das diferenças/semelhanças entre os utensílios presentes nas cozinhas de outrora e nas de hoje.


Voltar
 











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

De 29.01 a 09.03
2.ª Fase do Concurso Criativo "Bora Pintar o Cabaceiro"

Nenhum registo encontrado.