Serviços . Arqueologia A atual legislação portuguesa remete para as entidades licenciadoras de obras a responsabilidade de se certificar que os trabalhos por si autorizados que envolvam transformações do subsolo respeitam as leis de salvaguarda do património arqueológico. É neste contexto que se desenvolve um dos campos de ação da Equipa Municipal de Arqueologia da autarquia scalabitana, integrada organicamente no Serviço Municipal de Bibliotecas e Património Cultural - SMBPC. Esta equipa está estruturada em diferentes áreas de intervenção e alicerçada num grupo de técnicos composto por um arqueólogo, uma geógrafa e dois operários de arqueologia.

Este setor assegura, em primeiro lugar, o acompanhamento de projeto/fiscalização/execução dos trabalhos arqueológicos das obras municipais, sendo que poderá garantir ainda o acompanhamento de obras particulares caso os munícipes manifestam interesse e exista disponibilidade humana para tal. Num segundo plano, e tendo em conta toda a informação recolhida ao longo dos vários anos de trabalhos na cidade, passa por este serviço a emissão de parecer técnico a todos os pedidos de licenciamento de obras particulares no Centro Histórico ou em áreas classificadas, avaliando a ação negativa que poderão ter no eventual património arqueológico existente no local a intervir. Consoante o impacto no solo ou no edificado e a área da cidade onde se insere o projeto, o licenciamento da obra pode ser condicionado ao acompanhamento arqueológico ou à realização de sondagens de diagnóstico prévias, quando é elevada a probabilidade da existência de património arqueológico que poderá ser destruído com os trabalhos de construção civil. Cumulativamente, são ainda emitidos pareceres técnicos sobre licenciamentos de Pedreiras e Processos de Re-/Florestação espalhados pelo concelho.

No âmbito da atividade museológica e outras ações que difundam e divulguem o património cultural local, este serviço procura gerir e potenciar os vestígios arqueológicos como fonte de conhecimento e memória material de uma comunidade, promovendo a salvaguarda desses valores como fundamento da cultura local. Insere-se neste âmbito a elaboração das "Cartas de Sensibilidade e Restrições Arqueológicas do Concelho de Santarém".

                                

Equipa Arqueologia

 

Equipa Arqueologia

 

Equipa Arqueologia

   

Dos trabalhos arqueológicos desenvolvidos pela equipa municipal de arqueologia resulta um considerável volume de materiais, cujo tratamento, acondicionamento, inventário e estudo são assegurados no laboratório arqueológico/antropológico municipal. Os resultados das diferentes investigações são apresentados às comunidades civil e arqueológica em diversas reuniões científicas, garantindo a sua valorização e usufruto.

 

 Taça carenada Siliqua Machado Vaso chardon

É também responsabilidade deste setor, por um lado, apoiar os investigadores que desenvolvam os seus trabalhos sobre espólio arqueológico local (facultando o acesso aos materiais em reserva mediante prévia formalização de pedido de acesso) e, por outro, a gestão dos materiais arqueológicos resultantes de trabalhos realizados no concelho por entidades exteriores à autarquia, integrando-os na Reserva de Arqueologia do Museu Municipal de Santarém, a qual faz parte da rede nacional de depósitos de arqueologia da Direção Geral do Património Cultural (DGPC).

 

Atelier de Paleobiologia Humana: iniciação à Osteoarqueologia (2007)

 

Atelier de Paleobiologia Humana: iniciação à Osteoarqueologia (2007)

   
 Atelier de Paleobiologia Humana: iniciação à Osteoarqueologia (2007) Atelier de Paleobiologia Humana: iniciação à Osteoarqueologia (2007)  











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

De 29.01 a 09.03
2.ª Fase do Concurso Criativo "Bora Pintar o Cabaceiro"

Nenhum registo encontrado.