Serviços . Reserva Municipal

Desde a sua criação em 1993, no contexto da reestruturação do Museu Municipal de Santarém (1992-1994), a Reserva Museológica de Santarém assume-se como uma das principais valências do Museu Municipal, sendo já considerada uma referência no panorama museológico municipal.

 

   
   

A Reserva Museológica é um espaço onde são depositados os bens culturais móveis do município, de uma forma organizada, segura e qualificada. O inventário patrimonial (que seguiu inicialmente as directrizes da Câmara Municipal de Santarém, passando depois a reger-se pelas Normas de Inventário do Instituto Português de Museus) tem permitido a coerente organização tipológica das colecções, classificadas e organizadas com uma base científica e uniforme e destinadas a edifícios notáveis e a espaços sem qualquer função no Centro Histórico.

A cooperação financeira da Rede Portuguesa de Museus, iniciada em 2000, tem permitido a organização e equipamento do espaço de Reserva, obedecendo à especificidade das condições indicadas para cada tipologia de peças, cada uma com sua forma própria de arrumar e de proteger. Neste sentido, vêm-se adquirindo diversos equipamentos destinados ao armazenamento dos espécimes culturais da autarquia e das instituições que a ela recorrem.

As iniciativas implementadas desde 2002 têm procurado, entre outras coisas, potenciar a área útil de Reserva, de forma a fazer face a uma eventual expansão do acervo. Para a persecução deste objectivo tem-se alterado a lógica de organização inicial, de base horizontal, estruturada em Ruas e Quadrados, para uma organização de base vertical, estruturada em Estantes e Prateleiras.

   
   

No mesmo sentido tem-se implementado algumas normas e procedimentos básicos de conservação preventiva, procedendo nomeadamente à climatização e monitorização dos valores dos teores de luz, humidade relativa, temperatura e qualidade do espaço da Reserva Municipal através da instalação de equipamentos de monitorização digital (termohidrógrafos, leitores, desumidificadores) que permitem conhecer e controlar mais eficazmente as condições ambientais em que os bens se encontram, independentemente da sua localização.

Excepcionalmente, em casos de vistorias técnicas do IPM ou em certas datas festivas (ex: Jornadas Europeias do Património, Dia Internacional dos Museus, Dia da Cidade, etc), a Reserva é normalmente visitada por pessoas ou grupos organizados, desde que acompanhados por funcionários do Museu devidamente credenciados.











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

Nenhum registo encontrado.
Nenhum registo encontrado.