Peça do mês

Link Interno fevereiro 2014

fevereiro 2014

¼ Dinar

 

Moeda de ouro islâmica (¼ de dinar) descoberta, em contexto de escavação, no râbat de Seserigo (atual Ribeira de Santarém).
A moeda foi mandada cunhar por al-Hâjib Khâlid (?1043-1049...?) - uma espécie de chanceler de Badajoz antes dos Aftácidas se tornarem verdadeiros reis de taifa - tendo sido executada por Muwaffaq, escultor/gravador que mais tarde viria a servir al-Musûr Yahyâ Ibn al-Aftas, rei da taifa de Badajoz.

O dinar (ÏíäÇÑ) deriva o seu nome de "denário", uma moeda romana. Os primeiros exemplares começaram a ser cunhados, de modo experimental, por volta do ano 695, sofrendo alterações no peso e na forma - passando a ser totalmente epigráficas (isto é, sem qualquer representação iconográfica) cerca do ano 700.


Embora inicialmente fosse utilizado como moeda padrão, com uma emissão e circulação restrita, o dinar passou a ser cunhado com frequência durante o califato cordovês e o primeiro período de Taifas, como complemento do sistema monetário e afirmação do poder emergente.


Este numisma é interessante por três motivos distintos:

1. É um instrumento económico da nova geografia política das Taifas, ao reconhecer como imã dos islamitas Abd-Allah Muhammad ibn Maslamah ibn al-Aftas, fundador da dinastia aftácida e primeiro rei da taifa de Badajoz (r. 1022-1045) e já não o último califa Hishâm III al-Mu'ayyad billâh (r. 1027-31);

2. Confirma a influência político-administrativa da taifa de Badajoz, que reinou de facto sobre toda a região entre o Guadiana e o Douro, incluindo território hoje em solo espanhol;

3. Atesta a importância de Shantarîn como principal centro político e militar do Gharb al-Andaluz, desde os primórdios da conquista árabe até aos reinos de Taifas. Apenas a prolongada ocupação cristã de Santarém (1093-1111), e mais tarde a conquista afonsina de Março de 1147 marcaram o decisivo ascendente da praça lisboeta sobre a escalabitana.

 

 

Autor: Muwaffaq

Ano: Reinos de Taifas |c. 1043-1045

Material: Ouro

Medidas: 1,00 cm (diâmetro)

 

 

 


Voltar
 











Câmara Municipal de Santarém

procurar no site
     
Mudar fundo Fundo 1 Fundo 2

Quer receber as nossas notícias?
Registe-se

01.10 | 31.12 de 2018
Exposição Bianual da Coleção de Arte Contemporânea 'Manuela de Azevedo'

Nenhum registo encontrado.